UOL Notícias Notícias
 

14/10/2007 - 14h25

Ataque de Israel à Síria teria como alvo reator nuclear, diz "New York Times"

Washington, 14 out (EFE) - O ataque aéreo de Israel contra a Síria em setembro teve como alvo um local que, segundo analistas de inteligência israelenses e americanos, abrigava um reator nuclear, informou hoje o jornal americano "The New York Times".

A publicação indica que o reator, que ainda não teria sido concluído, seria uma réplica do modelo usado pela Coréia do Norte para produzir combustível nuclear.

Segundo o jornal, a descrição do alvo revelaria o mistério que cerca o ataque realizado no dia 6 de setembro e confirmaria que Israel está disposto a acabar com qualquer projeto nuclear dos países vizinhos.

O "New York Times" destaca que as fontes americanas consultadas afirmaram que até mês passado não havia consenso na Casa Branca sobre o ataque, e que alguns funcionários de alto escalão ainda acreditam que foi precipitado.

O ataque contra o suposto reator sírio, continua o jornal, lembra o de 1981, quando Israel destruiu o reator de Osirak no Iraque pouco antes de começar a operar.

Poucas semanas antes do começo da Guerra do Iraque, em março de 2003, a Casa Branca disse acreditar que o ataque tinha atrasado as ambições nucleares iraquianas em muitos anos.

Ao contrário do projeto do Iraque, publica o "New York Times", as instalações atacadas pelos israelenses na Síria pareciam estar muito longe ainda de sua fase final, segundo os americanos e estrangeiros consultados pelo jornal.

As fontes acrescentaram que ainda levaria muitos anos antes que os sírios pudessem usar o reator para produzir o combustível que, após uma série de passos adicionais, poderia ter sido processado e alcançado o grau necessário para fabricar uma bomba.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host