UOL Notícias Notícias
 

27/10/2007 - 13h34

Chegam a 4 os mortos por explosão em Gaza; palestinos culpam agora Israel

(Atualiza com novo balanço de mortos e informações sobre vítimas) Gaza, 27 out (EFE).- O Ministério do Interior palestino, controlado pelo Hamas, retificou uma informação que havia dado horas antes sobre uma explosão que teria matado três integrantes de uma mesma família em Gaza, e que teria sido causada por manipulação incorreta de explosivos.

O órgão atribui agora a ocorrência a uma explosão promovida pelo Exército israelense na região, e disse que morreram na ação quatro palestinas, entre elas uma menina, contrariando o que havia sido informado anteriormente.

Em comunicado, o porta-voz do Ministério do Interior, Ihab al-Hussein, afirmou que "a explosão foi resultado de um míssil que caiu" na casa da família Abu Sebet na região de Al-Qarrara, ao leste de Khan Yunes (sul de Gaza).

Essa versão coincide com a de testemunhas citadas pela agência de notícias palestina "Ma'an", mas o Exército israelense nega "qualquer relação" com o incidente.

O diretor do serviço de emergências em Gaza do Ministério da Saúde, Muawiya Hassanein, elevou de três para quatro o número de vítimas da explosão após o falecimento de uma mulher que tinha ficado ferida com gravidade.

Hassanein corrigiu ainda a identidade dos mortos, que não são integrantes de uma mesma família - pai, mãe e filho - como havia sido informado inicialmente-, e sim quatro palestinas, de quatro, 17, 19 e 42 anos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h59

    0,40
    3,159
    Outras moedas
  • Bovespa

    11h04

    -0,45
    68.285,16
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host