UOL Notícias Notícias
 

28/10/2007 - 13h16

Homens armados seqüestram sete xeques de tribos árabes e curdas no Iraque

Bagdá, 28 out (EFE).- Um grupo de homens armados seqüestrou hoje sete xeques de diversas tribos árabes e curdas da província de Diyala, quando viajavam de Bagdá a suas casas após participar de uma reunião em Bagdá para a reconciliação nacional e para unir esforços na luta contra a Al Qaeda.

Segundo as fontes, entre os seqüestrados se encontravam ainda representantes de diferentes credos religiosos e várias personalidades destacadas dentro de suas respectivas comunidades.

Os responsáveis haviam se reunido na noite de ontem, em Bagdá, com o conselheiro do primeiro-ministro iraquiano, Nouri al-Maliki, para tratar da reconciliação nacional no Iraque.

Durante o encontro, foram debatidos os meios necessários para unificar esforços entre as distintas tribos de Diyala a fim de combater a Al Qaeda no Iraque.

Aparentemente, o grupo de insurgentes montou uma falsa operação de controle de estrada próximo à localidade de Al-Huseiniya (ao nordeste de Bagdá), onde deteve os dois veículos nos quais viajavam os xeques.

As tribos de Diyala, um dos principais redutos da Al Qaeda no Iraque, tentam expulsar de sua província os combatentes deste grupo islamita, depois que a organização ganhou força na região, após sua expulsão de Al-Anbar.

Em setembro, o grupo radical Estado Islâmico do Iraque, ligado à Al Qaeda, assumiu a autoria de um atentado suicida em Baquba, capital de Diyala, no qual morreram pelo menos 30 pessoas que participavam de uma reunião para promover a reconciliação na província.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    12h09

    -0,32
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    12h13

    1,51
    62.607,78
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host