UOL Notícias Notícias
 

30/11/2007 - 10h32

Direção dos Irmãos Muçulmanos se dissolve na Jordânia

Amã, 30 nov (EFE).- O principal órgão de direção do movimento dos Irmãos Muçulmanos na Jordânia decidiu se dissolver como protesto devido à "manipulação sem precedentes" das últimas eleições parlamentares, realizadas há dez dias.

O subsecretário-geral do grupo, Jamil Abu Bakr, disse à imprensa que "o Conselho Consultivo decidiu se dissolver após dois dias reunidos para deliberar como uma forma de protestos devido à manipulação do pleito" e afirmou que em breve será divulgado um comunicado no qual se refletirá a decisão.

Abu Bakr disse que a dissolução do Conselho Consultivo reflete o caminho para a escolha de uma nova liderança para este influente movimento.

A Frente de Ação Islâmica (FAI), o braço político dos Irmãos Muçulmanos, apresentou 22 candidatos no pleito, mas só ganhou seis das 110 cadeiras que se elegiam para o Parlamento, frente às 17 que obtiveram nas eleições passadas de 2003.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host