UOL Notícias Notícias
 

29/12/2007 - 06h45

Gorbachov critica intenção de UE e Otan de decidir sobre Kosovo

Moscou, 29 dez (EFE).- O ex-presidente soviético Mikhail Gorbachov disse hoje que é "inconsistente" a disposição da União Européia e da Otan de resolver o problema do estatuto do Kosovo à margem do Conselho de Segurança da ONU.

"É um passo inaudito, algo inconsistente do ponto de vista político e, ainda mais, moral", opinou Gorbachov, num artigo publicado no jornal governamental russo "Rossiyskaya Gazeta".

O político, de 76 anos, criticou a postura dos Estados Unidos e de vários países da UE, que consideram que as negociações entre Sérvia e Kosovo sobre o status da província fracassaram e não faz sentido continuar o diálogo.

"Pela primeira vez na história, duas organizações (UE e Otan) pretendem decidir o destino de um país que não é membro de nenhuma delas", ressaltou Gorbachov.

O último presidente da URSS insistiu que o direito internacional e as resoluções do Conselho de Segurança da ONU reconhecem que o Kosovo é parte do Estado sérvio.

A intenção da UE e a Otan de resolver por conta própria o problema do Kosovo, que pretende declarar unilateralmente sua independência, "cria um precedente muito perigoso para a segurança e o direito internacionais, que pode literalmente dinamitar a situação em várias regiões do mundo", enfatizou.

"Nenhum grupo de países, por mais potentes e influentes que sejam, pode usurpar o direito de decidir os destinos do mundo", denunciou Gorbachov.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host