UOL Notícias Notícias
 

31/12/2007 - 17h53

Réveillon dos pré-candidatos à Casa Branca em Iowa será marcado por trabalho

Teresa Bouza Des Moines (Iowa), 31 dez (EFE) - Enquanto o resto dos Estados Unidos se prepara para celebrar o Ano Novo com champanhe, confetes e músicas, o estado de Iowa finaliza os detalhes de uma festa eleitoral, que, segundo as previsões, será marcada mais por trabalho do que por diversão.

A só três dias de os "caucus" de Iowa darem o pontapé inicial ao longo processo eleitoral que elegerá o novo chefe da Casa Branca, os pré-candidatos presidenciais e suas campanhas se preparam para dias nos quais o verbo descansar foi riscado de seus dicionários.

"Até o dia 3 é trabalho, trabalho e trabalho", disse à Agência Efe Laura Peña, diretora de política para o mercado hispânico da campanha da senadora democrata Hillary Clinton.

Ela disse que em um ambiente no qual as apostas continuam muito apertadas, não se pode baixar a guarda, e afirmou que dará as boas-vindas a 2008 em Des Moines, a capital de Iowa, com "só um pouquinho" de champanhe, para evitar a temida ressaca de Ano Novo.

Mais austeros ainda são os planos do senador democrata Barack Obama, que organizou nada menos que uma "conferência telefônica" para "festejar" 2008 com os membros de sua campanha em Iowa.

O homem que pretende se tornar o primeiro presidente negro dos Estados Unidos se submeterá, ainda hoje, a uma maratona eleitoral, com cinco comícios em sua agenda em diferentes partes do gelado estado agrícola na região central do país.

Os Clinton - Bill e Hillary - também participam hoje de vários atos, que culminam esta noite com um comício em Des Moines que o casal batizou de "Ano Novo, Começo Novo".

Já o ex-senador John Edwards, que aparece como o favorito dos eleitores democratas de Iowa em uma pesquisa divulgada no domingo pelo canal de televisão "MSNBC", organizou uma festa em seus escritórios de Mason City (ao norte do estado).

O evento tentará levar ânimo aos membros de sua campanha e às centenas de voluntários que devem percorrer hoje Iowa de ponta a ponta para angariar todos os votos possíveis.

A mesma dose de energia o também democrata Bill Richardson tentará injetar em seus seguidores. Ele organizou uma festa em um hotel de Des Moines que terá como atração três bandas locais e na qual o governador do Novo México brindará a chegada do novo ano.

O dia festivo, de qualquer forma, será curto, já que, de acordo com fontes da campanha de Richardson, a música deverá deixar de tocar uma hora após a meia-noite.

Do lado republicano, o ex-governador de Massachusetts Mitt Romney, um dos favoritos nas pesquisas de Iowa, percorrerá o estado em um ônibus com o slogan "Por um EUA forte".

Na última hora do dia, ele comparecerá com sua mulher e filhos a um ato no qual posará para fotógrafos e câmeras de televisão.

Depois, participará de um evento familiar privado.

"Para nós, há muita pouca comemoração", disse Alex Burgos, diretor de comunicação para o mercado hispânico e outras minorias da campanha de Romney.

O também conservador Mike Huckabee deve passar a noite na sede de sua campanha em Des Moines.

O ex-governador de Arkansas e favorito da direita religiosa perdeu parte da força que tinha em Iowa, de acordo com as últimas pesquisas de intenção de voto, nas quais Romney voltou a recuperar o primeiro lugar.

Enquanto isso, o senador republicano John McCain deve passar o fim de ano em New Hampshire e o ex-prefeito de Nova York Rudy Giuliani decidiu manter em segredo seus planos para esta noite, alegando que é "uma comemoração privada".

O Ano Novo representará um novo início para alguns dos pré-candidatos, como reza o próprio slogan do comício desta noite de Hillary, mas depois da jornada eleitoral em Iowa de quinta-feira, pode ser o começo do fim para outros.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h39

    0,26
    3,136
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h44

    -0,41
    75.077,68
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host