UOL Notícias Notícias
 

14/01/2008 - 17h53

Confirmadas 30 mortes em mina de carvão que explodiu no Cazaquistão

Londres, 14 jan (EFE).- A empresa siderúrgica Arcelor-Mittal confirmou hoje que 30 pessoas morreram na explosão de metano ocorrida na sexta-feira passada em uma mina de carvão de sua propriedade no Cazaquistão.

Em comunicado, o presidente do Conselho de Administração da firma, Lakshmi Mittal, que se deslocou para a região, expressa suas condolências aos familiares das vítimas.

A explosão na mina Abaiskaya, que fica na região central de Karaganda, aconteceu na manhã do dia 11, a uma profundidade de 500 metros, quando em seu interior havia 191 trabalhadores.

Das 161 pessoas resgatadas, quatorze foram hospitalizadas e delas sete estão internadas na unidade de terapia intensiva.

As equipes de resgate suspenderam no sábado a busca de desaparecidos, devido à alta concentração de gás nas galerias.

As autoridades do país abriram um processo judicial contra a direção da mina por não respeitar as normas de segurança laboral.

A mina de carvão é propriedade da siderúrgica Arcelor-Mittal Termitau, filial da Mittal Steel, a maior produtora mundial de aço.

A Arcelor-Mittal possui 15 minas no Cazaquistão.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,13
    3,270
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,51
    63.760,94
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host