UOL Notícias Notícias
 

25/01/2008 - 17h21

OMS diz necessitar de mais fundos para lutar contra a poliomielite

Genebra, 25 jan (EFE).- O Conselho Executivo da Organização Mundial de Saúde (OMS) alertou hoje que seu orçamento para combater a poliomielite em 2008 apresenta um déficit de US$ 175 milhões.

Essa doença ainda é endêmica em Afeganistão, Índia, Nigéria e Paquistão, e em outros 13 países foram registrados casos de "importação" do vírus em 2006.

Desses últimos países, em três (Angola, Chade e República Democrática do Congo), o surto não pôde ser controlado, o que provocou uma reinfecção de Níger e Sudão em 2007, explicou a organização.

Por isso, os 34 países que integram o Conselho Executivo da OMS fizeram uma chamada para implementar as medidas necessárias para que a situação nesses países africanos possa ser controlada.

A porta-voz da OMS Fadela Chaib acrescentou que é preciso todos estarem atentos "de forma particular no sul do Afeganistão e no norte da Nigéria, onde uma grande proporção de crianças não pôde ser vacinada durante as campanhas de imunização, devido sobretudo à falta de segurança".

O Conselho Executivo também debateu as estratégias para reduzir o consumo prejudicial de bebidas alcoólicas, mas não aprofundou questões e decidiu voltar a abordar o assunto em 2010 com propostas mais específicas.

O consumo excessivo de álcool se tornou um dos principais causadores de mortes prematuras (2,3 milhões por ano no mundo) e de doenças que poderiam ser prevenidas, como as cardiovasculares, a cirrose e vários tipos de câncer.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host