UOL Notícias Notícias
 

03/02/2008 - 02h34

Vietnã critica visita de presidente de Taiwan às ilhas Spratly

Hanói, 3 fev (EFE) - O Vietnã considera a visita, no sábado, do presidente de Taiwan, Chen Shui-bian, às disputadas ilhas Spratly, no Mar da China Meridional, uma violação da soberania nacional do país.

Segundo a agência de notícias vietnamita "VNA", o porta-voz do Governo, Le Dung, disse no sábado que o "Vietnã considera a ação uma grave escalada (da situação na região) que viola a soberania territorial do país sobre o arquipélago Truong Sa".

As Spratly, chamadas de Truong Sa no Vietnã, são formadas por cem ilhas e ilhotas, supostamente ricas em petróleo.

O território é reivindicado, total ou parcialmente, por Brunei, China, Filipinas, Malásia e Taiwan, além do Vietnã.

Le Dung acrescentou que Taiwan "deve assumir toda a responsabilidade por qualquer conseqüência resultante desta ação", e exigiu que a nação "coloque um fim imediato a tais violações na região".

No sábado, as autoridades de Manila também criticaram a visita de Chen, que chegou a bordo de um avião C-130 à ilha de Taiping, que as Filipinas chamam de Ligao, para inaugurar uma pista de aterrissagem recém-construída.

O Ministério de Exteriores filipino também pediu que os países envolvidos tenham prudência e sigam normas diplomáticas para resolver a disputa sobre a soberania das Spratly.

Segundo os analistas, a visita tem como objetivo buscar o apoio da população taiuanesa, visando às próximas eleições presidenciais na ilha previstas para 22 de março, para o candidato do Partido Democrata Progressista, Frank Hsieh.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host