UOL Notícias Notícias
 

15/02/2008 - 05h58

Candidato da situação na Rússia defende a liberdade durante discurso

Moscou, 15 fev (EFE).- O candidato presidencial da situação, o vice-primeiro-ministro russo Dmitri Medvédev, afirmou hoje que a liberdade deve ser o princípio básico da política do Estado, em um discurso num fórum econômico na cidade siberiana de Krasnoyarsk.

"Nossa política deve se basear em um princípio que acredito ser importantíssimo para o funcionamento de todo Estado moderno que tenta conseguir padrões de vida: a liberdade é melhor que a falta de liberdade", disse Medvédev, citado pela agência "Interfax".

O favorito para vencer as eleições presidenciais de 2 de março afirmou que se refere "à liberdade em todas as suas manifestações: pessoal, econômica e, por último, de expressão".

"Considero que o mais importante na etapa atual é conseguir a harmonia entre a liberdade e a ordem legal", ressaltou Medvédev em seu discurso, no qual expôs as principais teses de seu programa eleitoral.

O vice-primeiro-ministro disse ainda que a corrupção é a "mais grave doença que aflige a sociedade", e afirmou que para combatê-la é preciso travar uma "verdadeira batalha".

"É preciso criar e iniciar um plano nacional de luta contra a corrupção", ressaltou.

Neste sentido, destacou que o "êxito da luta contra a corrupção é inseparável do direito dos cidadãos de receber informações verdadeiras".

"Devemos defender a independência real dos meios de comunicação, que são os que garantem o fluxo de informação da sociedade aos órgãos de poder", disse Medvédev.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host