UOL Notícias Notícias
 

06/03/2008 - 09h52

Holanda decide elevar alerta terrorista em seu território

Haia, 6 mar (EFE).- A Holanda decidiu elevar o alerta de atentados terroristas em seu território, de "limitado" para "substancial", devido à decisão do Governo de prolongar a presença de tropas militares no Afeganistão, e à exibição de um filme do deputado de extrema direita Geert Wilders que critica o Corão e a religião muçulmana.

O nível de risco "substancial", o terceiro em uma escala de quatro, significa que existe uma possibilidade "real" de que ocorra um atentado terrorista, segundo os critérios estabelecidos pelo Escritório de Coordenação Nacional na Luta Antiterrorista da Holanda (NCTB).

Espera-se que coordenador nacional de combate ao terrorismo da Holanda, Tjibbe Joustra, anuncie hoje esta mudança, e que o ministro da Justiça do país, Ernst Hirsch Ballin, envie um documento ao Parlamento para explicar a situação.

Fontes próximas ao Executivo disseram que o filme de Wilders não foi fundamental para a decisão de elevar o nível de alerta contra ataques terroristas.

Em seu curta-metragem, que ainda não foi divulgado, o político antimuçulmano argumenta que o Corão é um livro de caráter fascista que incita à violência.

O Governo holandês decidiu em 2007 prolongar sua participação na Força Internacional de Assistência à Segurança no Afeganistão da Otan durante mais dois anos, a partir de agosto de 2008, e estabeleceu dezembro de 2010 como data para retirar as tropas do país.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,71
    3,168
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,12
    68.634,65
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host