UOL Notícias Notícias
 

11/03/2008 - 05h59

Relatório alerta sobre efeitos da mudança climática nos grupos indígenas

Londres, 11 mar (EFE).- Os grupos indígenas e as minorias são freqüentemente os mais afetados pela mudança climática, mas são os que menos ajuda internacional recebem, segundo denuncia um relatório apresentado hoje em Londres.

O estudo, elaborado pela ONG Minority Rights Group International (MRG), adverte que algumas tribos e minorias étnicas de países como Colômbia, Quênia, Finlândia, Rússia, Índia e Eslováquia poderiam inclusive ser extintas se não forem adotadas medidas urgentes para resolver a situação.

A mudança climática se transformou em uma prioridade para os organismos intergovernamentais e alguns Governos nacionais ou locais, mas falta "um reconhecimento das sérias dificuldades enfrentadas pelas minorias", afirma a diretora de estratégia e comunicação da MRG, Ishbel Matheson.

Em seu relatório anual, intitulado "O Estado das Minorias do Mundo", a MRG explica que, em geral, os grupos indígenas e as minorias foram os mais afetados nos desastres naturais dos últimos anos na Ásia, mas, no entanto, quase não receberam ajuda.

Foi citado como exemplo o caso dos "dalit" ou "intocáveis" da Índia, que sofreram especialmente com as inundações de 2007, devido às miseráveis condições de suas casas, e que, no entanto, foram discriminados na distribuição da ajuda internacional.

Além de estar mais expostas aos desastres, muitas destas tribos ou minorias baseiam sua sobrevivência em seu conhecimento da natureza, o que faz com que, com a mudança climática, sejam obrigadas a modificar radicalmente seu estilo de vida, disse a ONG em seu relatório.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h29

    0,36
    3,291
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h31

    -0,50
    62.943,67
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host