UOL Notícias Notícias
 

16/03/2008 - 16h53

Manifestantes fazem protesto diante de Embaixada chinesa em Paris

Paris, 16 mar (EFE).- Centenas de pessoas se manifestaram hoje perante a Embaixada da China em Paris em apoio ao povo tibetano e contra a repressão das autoridades chinesas, em um ato que terminou com choques entre os ativistas e a Polícia francesa.

A Prefeitura da capital francesa afirma que 550 pessoas participaram do protesto, no qual a Polícia fez várias detenções.

Vários participantes tentaram chegar à delegação chinesa, o que obrigou os agentes a contê-los e a usar bombas de gás lacrimogêneo.

Um dos manifestantes conseguiu escalar o muro da Embaixada, situada no distrito oito da capital francesa, e derrubou a bandeira chinesa.

Os ativistas gritavam frases contra a China, à qual acusaram de ter provocado uma dura repressão no Tibete.

O presidente da comunidade tibetana na França, Thubten Gyatso, denunciou "meio século de perseguição sob ocupação chinesa" e pediu uma intervenção internacional no país.

Entre os manifestantes estava o filósofo André Glucksmann, que denunciou a "solidão mundial" na qual se encontra o povo tibetano, que sofre a repressão "a portas fechadas", pelo que pediu uma "comissão de investigação internacional" que "abra o Tibete aos observadores".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host