UOL Notícias Notícias
 

27/03/2008 - 17h17

França estuda dar asilo a líder rebelde de Comores

Paris, 27 mar (EFE) - A França afirmou hoje que está estudando dar asilo político ao líder rebelde da ilha de Ngazidja (Comores), Mohammed Bacar, que se encontra na ilha de Mayotte e será levado em breve para o arquipélago de Reunião, um departamento de ultramar francês localizado a leste de Madagáscar.

A porta-voz do Ministério de Exteriores da França, Pascale Andréani, afirmou hoje que, paralelamente à análise de seu pedido de asilo, será iniciado um procedimento judicial "apropriado", mas não especificou quais.

Bacar foi expulso há dois dias de Ngazidja (também chamada de Anjouan) por um contingente de tropas da União Africana (UA).

O líder rebelde foi levado posteriormente a Mayotte, onde pediu asilo político à França, enquanto as autoridades de Comores fizeram uma solicitação de extradição.

Andréani disse que Bacar entrou em Mayotte de forma ilegal, pelo que foi detido e desarmado.

Nas próximas horas ele será levado à Reunião, disse a porta-voz.

Em Comores e em Mayotte foram registradas manifestações contra o líder rebelde.

Bacar tinha se proclamado presidente de Ngazidja em julho de 2007 em eleições declaradas ilegais pelo Governo federal das Comores e rejeitou os apelos internacionais para deixar o poder, o que levou à operação militar de terça-feira.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    09h59

    -0,15
    3,274
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h06

    0,45
    63.539,59
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host