UOL Notícias Notícias
 

20/04/2008 - 08h32

Forças iraquianas descobrem duas valas comuns com 41 cadáveres

Bagdá, 20 abr (EFE).- As forças de segurança iraquianas descobriram duas valas comuns com 41 cadáveres ao norte e ao sul de Bagdá, informaram hoje fontes do Ministério do Interior do Iraque.

Segundo as fontes, uma vala clandestina com 25 corpos foi encontrada perto da aldeia de Abu Taama, localizada nas proximidades de Baquba, capital de Diyala, ao nordeste da capital iraquiana.

Não foram achados documentos de identificação, por isso os corpos foram levados para um instituto legista local, disseram as fontes, que não excluíram a possibilidade de que grupos armados vinculados à rede terrorista Al Qaeda tenham assassinado essas pessoas.

Nesse sentido, lembraram que a zona onde foi achada a fossa era controlada antes por esses grupos armados.

Além disso, um cemitério clandestino com 16 cadáveres foi descoberto pela Polícia na área de Al-Chanafiyat, cerca de 80 quilômetros ao oeste da cidade de Al-Diwaniya, ao sul de Bagdá.

Os 16 corpos, que estavam decapitados, tinham sinais de tortura e ferimentos à bala, foram levados para um depósito de cadáveres.

Em março, as forças de segurança descobriram uma sepultura clandestina com cerca de 100 cadáveres perto da cidade de Khales, na província de Diyala.

As autoridades iraquianas responsabilizam as milícias radicais xiitas e a Al Qaeda pelo assassinato dessas pessoas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host