UOL Notícias Notícias
 

21/05/2008 - 02h38

Democratas lutam para definir candidato às eleições presidenciais

Teresa Bouza Washington, 20 mai (EFE).- Faltando duas semanas para o fim de suas primárias, o Partido Democrata americano continua sem poder definir qual será seu representante na corrida pela Casa Branca, em grande parte graças a suas próprias e complicadas normas.

Barack Obama conquistou nesta terça-feira a maioria entre os delegados eleitos, Hillary Clinton afirma ter um maior apoio no voto popular, os "superdelegados" ainda não se decidiram, e ainda não está claro o que acontecerá com as votações de Michigan e Flórida.

Enquanto Obama diz ter a vitória ao alcance das mãos, Hillary não dá o braço a torcer e reinventa matemáticas eleitorais com números a seu favor.

A maioria diz que são necessários 2.026 delegados para garantir a candidatura presidencial democrata, mas a ex-primeira-dama alega que são 2.210.

O número inicial de 2.025 delegados sofreu um acréscimo após a vitória de um democrata em uma eleição especial ao Congresso no Mississípi, na semana passada.

O cálculo de Hillary leva em conta os resultados na Flórida e em Michigan, que não terão representação na convenção do partido por terem sido penalizados por antecipar a data de suas primárias.

A senadora por Nova York afirma que esses dois estados lhe dariam a vantagem no voto popular, o que, em sua opinião, deveria ser considerado pela elite do partido no momento de anunciar o respaldo definitivo a um dos dois pré-candidatos.

Enquanto isso, o Partido Democrata se prepara para uma difícil reunião no final de maio, na qual terá de decidir como solucionar o a polêmica envolvendo Flórida e Michigan.

Poucos são os que apostam em um golpe de sorte que possa mudar o destino da candidatura democrata, mas Hillary afirma que não desistirá da briga enquanto as dúvidas existentes não forem solucionadas.

Seu principal argumento para conquistar o seleto clube de "superdelegados" é o de que teria mais possibilidades de vencer o republicano John McCain nas eleições presidenciais, em novembro.

Cerca de 200 dos 800 "superdelegados" ainda não decidiram quem terá seu apoio, e serão eles os donos da palavra final na corrida pela candidatura presidencial democrata.

Enquanto isso, Obama tem os números a seu favor e parece convencido de que a candidatura do partido está em suas mãos.

"Esta noite alcançamos um grande marco nesta corrida", assegurou hoje a campanha do senador por Illinois, em referência à maioria no número de delegados eleitos conquistada após as primárias desta noite em Kentucky e no Oregon.

Ao contrário de Hillary, que volta suas forças ao presente, Obama já está claramente focado nas eleições de 4 de novembro, ao transformar McCain no centro de todos os seus ataques.

Em seu discurso desta noite em Iowa, no qual não poupou elogios a sua rival democrata, o senador por Illinois alertou para os riscos de uma Presidência de McCain, que prolongaria "a fracassada política atual da Casa Branca".

As primárias desta noite voltaram a mostrar os pontos fortes e fracos dos dois "presidenciáveis" democratas.

Hillary conquistou uma arrasadora vitória em Kentucky, onde desbancou seu adversário por 35 pontos percentuais, segundo os dados preliminares, graças ao forte apoio da classe trabalhadora.

Obama, enquanto isso, triunfou no Oregon, um estado com uma população educada e um progressista eleitorado democrata.

O senador afro-americano obteve bons resultados entre os setores com nível de educação maior, e também foi o preferido entre os jovens, negros e independentes.

No entanto, não conseguiu conquistar a classe operária branca, que segundo os analistas será crucial nas eleições presidenciais de novembro.

O Partido Democrata ainda terá primárias em Porto Rico, no dia 1º de junho, com 55 delegados em jogo, e Dakota do Sul e Montana, no dia 3 de junho, que têm 15 e 16 delegados, respectivamente.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host