UOL Notícias Notícias
 

01/06/2008 - 15h25

Decisão democrata sobre Michigan e Flórida não agrada comitê de Hillary

Washington, 1 jun (EFE).- O comitê de campanha de Hillary Clinton afirmou hoje que continuará lutando "por uma questão de princípios", mesmo após a decisão do Partido Democrata americano sobre as primárias da Flórida e de Michigan.

Segundo o assessor de Hillary Harold Ickes, a senadora pelo estado de Nova York, que espera hoje uma vitória na primária de Porto Rico, "se reserva ao direito de questionar os delegados diante do Comitê de Credenciais" da Convenção Nacional do partido em Denver.

Para Howard Wolfson, estrategista da campanha de Hillary, a decisão sobre os "delegados no caso de Michigan viola o respeito devido ao pronunciamento dos eleitores" e disse que seu grupo continuará brigando, pois "isto é uma questão de princípios".

"Mantemos em aberto a opção de questionar os delegados em Denver", declarou Wolfson para um programa da emissora americana "Fox News" Sunday.

Ontem, o Comitê Nacional Democrata decidiu, após quase 10 horas de discussões, que a Convenção Nacional aceitará a participação dos delegados de Flórida e de Michigan, mas que cada delegado terá apenas meio voto.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host