UOL Notícias Notícias
 

28/06/2008 - 13h39

Presidentes chilena e argentina se reunirão em Tucumán

Santiago do Chile, 28 jun (EFE) - A presidente do Chile, Michelle Bachelet, e a governante da Argentina, Cristina Fernández de Kirchner, se reunirão na cidade argentina de Tucumán, onde, entre segunda e terça-feira, será realizada a Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul, informaram fontes oficiais.

Durante a reunião, que foi confirmada hoje à imprensa local pelo embaixador do Chile em Buenos Aires, Luis Maira, as governantes tratarão dos projetos de integração binacional, especialmente na área de infra-estrutura para incentivar a troca comercial.

Bachelet viajará nesta segunda-feira a Tucumán acompanhada do chanceler chileno, Alejandro Foxley, e de uma pequena comitiva, cuja primeira atividade será participar do jantar oferecido por Cristina.

Foxley, em declarações publicadas hoje pelo jornal "El Mercurio", indicou que um dos aspectos positivos que poderão ser apresentados na reunião de Tucumám é que o Mercosul e o Chile incentivaram no dia 20 as negociações destinadas a ampliar o Acordo de Complementação Econômica, em vigor entre ambas as nações.

O acordo, cujas negociações se estenderam por dois anos, é considerado de alta prioridade para o Chile, já que os investimentos no Mercosul subiram para US$ 23 bilhões em dezembro de 2007, segundo números oficiais.

Na reunião do bloco, Bachelet comandará um encontro entre os presidentes dos países que fazem parte da União de Nações Sul-americanas (Unasul), cuja Presidência temporária é exercida pela presidente chilena.

Um dos objetivos da delegação chilena é chegar a consensos para que a Bolívia assuma a Secretaria Executiva do organismo.

Segundo Foxley, a idéia é destravar a designação do secretário-executivo do organismo, cargo que está vago desde 22 de maio, quando o ex-presidente equatoriano Rodrigo Borja renunciou, o que causou "profundas divergências".

A Unasul, integrada por Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Guiana, Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai e Venezuela, foi criada em Brasília no dia 23 de maio.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host