UOL Notícias Notícias
 

28/08/2008 - 16h42

Ban Ki-moon pede mais esforços no âmbito dos direitos humanos

Viena, 28 ago (EFE) - O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, pediu hoje, na abertura de uma conferência internacional sobre direitos humanos, em Viena, mais esforços para a questão no mundo.

"É preciso assegurar que os direitos humanos sejam protegidos e que todas as pessoas possam desfrutar de seus direitos", disse Ban em mensagem retransmitida por vídeo perante especialistas de todo o mundo, reunidos por ocasião do 15º aniversário da Conferência Mundial dos Direitos Humanos da ONU em Viena.

O responsável máximo da ONU destacou os avanços conseguidos desde a reunião de 1993, com várias reformas no setor dos direitos humanos e a instalação de um Alto Comissariado para os Direitos Humanos.

O relator especial da ONU para a prevenção de genocídios, o sudanês Francis Deng, destacou hoje a "grande diferença" entre os avanços no papel e a realidade.

"Interpretações oportunistas" sobre diferenças culturais são usadas muitas vezes para explicar deficiências na aplicação dos direitos humanos, disse Deng.

Por sua vez, o presidente do Centro Internacional para Justiça de Transição (ICTJ), o argentino Juan Méndez, destacou que a chamada "guerra contra o terrorismo" faz com que "os direitos humanos sejam violados", informou a agência austríaca "APA".

Nesse sentido, disse que as guerras no Iraque e no Afeganistão seguem sendo grandes desafios, e criticou que muitos países ainda se recusem a colaborar com o Tribunal Penal Internacional.

O fórum, de dois dias, tem como título "Padrões Globais - Ação Local. 15 anos da Conferência Mundial de Viena sobre os Direitos Humanos".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host