UOL Notícias Notícias
 

04/11/2008 - 14h57

Omar Bin Laden pede asilo na Espanha por falta de segurança, diz sua mulher

(atualiza notícia com novas informações)

Madri, 4 nov (EFE).- Omar Osama bin Laden, um dos 19 filhos do líder da Al Qaeda, Osama bin Laden, pediu asilo político na Espanha porque "não sente-se a salvo nem no Egito nem em nenhum país da região", afirmou hoje sua mulher.

Em conversa telefônica com a Agência Efe, Zaina al-Sabah, antes conhecida como Jane Felix-Browne, afirmou que Omar bin Laden está em contato com um advogado que lhe assessora no processo de pedir o asilo político na Espanha.

"Teremos uma resposta em poucos dias", declarou Sabah, que se negou a dar mais detalhes ou comentar a situação em que ele e seu marido estão.

Omar bin Laden e Sabah chegaram a Madri em um vôo procedente do Egito e pediram asilo político para ele, que foi levado à sala de espera do aeroporto de Barajas.

Ela está em Madri, mas não quis informar onde.

"Não posso falar", declarou, "não quero falar até que este assunto seja resolvido em poucos dias".

O ministro do Interior da Espanha, Alfredo Pérez Rubalcaba, afirmou em entrevista coletiva que seu Ministério solucionará em 72 horas o pedido de asilo feito ontem por Bin Laden.

"O que foi feito foi aplicar a lei", declarou Rubalcaba, que acrescentou que Bin Laden "está preso em Barajas e está sendo examinado por uma comissão que tem capacidade legal para decidir se está envolvido ou não em uma possibilidade de asilo, se corresponde ou não dar a ele asilo no país".

No início do ano Bin Laden pediu um visto para viver no Reino Unido junto com sua mulher, de nacionalidade britânica. Porém, alguns meses mais tarde lhe foi negado por considerar que poderia criar "alarme social", informou em abril a imprensa inglesa.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    11h39

    0,17
    3,285
    Outras moedas
  • Bovespa

    11h48

    0,14
    63.344,73
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host