UOL Notícias Notícias
 

10/12/2008 - 12h17

Merkel reitera necessidade de "não calar" na questão dos direitos humanos

Berlim, 10 dez (EFE).- A chanceler alemã, Angela Merkel, reiterou o compromisso da Alemanha com a defesa dos direitos humanos e a necessidade de "não calar" em política externa, durante uma cerimônia realizada hoje, em Berlim, por ocasião dos 60 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Merkel defendeu de forma expressa "uma política externa carregada de valores", mas confessou que nem sempre é fácil defender esta máxima no exercício da política diária.

O Governo alemão, acrescentou Merkel, "não permitirá que valores e interesses entrem em uma competição inadmissível" ao exercer a política externa.

A Declaração Universal dos Direitos Humanos foi assinada em 10 de dezembro de 1948 na Assembléia Geral das Nações Unidas com uma mensagem inequívoca, de que "todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e direitos".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host