UOL Notícias Notícias
 

02/02/2009 - 09h29

Presidente da Turquia critica divisão no O.Médio

Cairo, 2 fev (EFE).- O presidente turco, Abdullah Gül, advertiu hoje contra o que ele denominou de "política de eixos" -a divisão entre moderados e radicais- no Oriente Médio, e afirmou que a Turquia rejeita o armamento nuclear do Irã e a introdução de armas de destruição maciça na região.

"O mais importante que está ocorrendo na região é a criação de eixos, embora ninguém fale explicitamente disso", afirmou Gül em entrevista publicada hoje pelo jornal internacional árabe "Al-Hayat".

"Temos que fixar os alicerces para conseguir a estabilidade e a segurança na região, o que nos permitirá enfrentar os conflitos que nos afetam antes que eles terminem em confrontos armados", disse Gül.

Segundo ele, se isto não acontecer, "os eixos emergirão nos países árabes e islâmicos, e inclusive em um mesmo 'Estado', como vemos na Palestina", em referência ao conflito entre o movimento Hamas e a Autoridade Nacional Palestina (ANP), presidida por Mahmoud Abbas.

Na entrevista, Gül também defendeu os esforços de seu país para entrar na União Europeia (UE) e disse que a Turquia já cumpriu todas as exigências da UE, inclusive a abolição da pena de morte.

Além disso, o presidente da Turquia expressou seu agrado pelo discurso do novo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que reflete, segundo sua opinião, "uma mudança substancial na política externa americana".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host