UOL Notícias Notícias
 

26/02/2009 - 09h10

Ministro kuwaitiano visita o Iraque após invasão de 1990

Bagdá, 26 fev (EFE).- O ministro de Assuntos Exteriores kuwaitiano, Mohammed al-Sabah, chegou hoje a Bagdá, na primeira visita ao Iraque de um alto funcionário do país vizinho desde que o Exército de Saddam Hussein invadiu o Kuwait, em 1990, anunciaram fontes oficiais.

Fontes do Ministério de Exteriores iraquiano disseram à Agência Efe que o titular dessa pasta, Hoshyar Zebari, se encarregou de dar as boas-vindas a seu colega kuwaitiano no aeroporto desta capital.

Durante sua visita a Bagdá, o xeque e ministro kuwaitiano, membro da família real de seu país, se reunirá com o primeiro-ministro iraquiano, Nouri al-Maliki, e com outros representantes do Governo de Bagdá.

As fontes disseram que, nas conversas, será analisada uma ampla gama de temas bilaterais, incluindo as compensações que o Kuwait reivindica pela invasão militar de 1990 e a ocupação de seu território pelas tropas iraquianas, que durou sete meses.

O Kuwait exige compensações de US$ 190 bilhões, a maior parte colocada pelo Governo e o resto, por entidades privadas.

Na segunda-feira passada, o Kuwait anunciou que, até o final do ano, tinha recebido US$ 13,3 bilhões por essas compensações.

As autoridades do Iraque são obrigadas a abonar 5% de sua receita pela venda de petróleo ao fundo criado pela ONU para abonar as compensações pedidas pelo Kuwait.

Agora, as autoridades de Bagdá tentam fazer com que o Kuwait perdoe o saldo da dívida, mas o Governo kuwaitiano rejeitou essa possibilidade e sustenta que, em todo caso, isso deve ser decidido pela ONU.

O território do Kuwait, após a ocupação iraquiana, foi libertado por uma coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host