UOL Notícias Notícias
 

19/03/2009 - 21h10

Casa Branca tacha de "antidemocrática" mudança de poder em Madagascar

Washington, 19 mar (EFE).- O Governo dos Estados Unidos classificou hoje como "antidemocrática" a transferência de poder em Madagascar e disse que, no momento, avalia qual impacto essa mudança terá em todos os aspectos da relação entre os dois países.

"Consideramos que os recentes acontecimentos em Madagascar representam uma transferência antidemocrática de poder", disse o porta-voz adjunto do Departamento de Estado, Robert Wood.

Por isso, acrescentou, "atualmente" os EUA "estão avaliando que impacto esta transferência (de poder) terá em todos os elementos de de sua relação com o Governo de Madagascar".

Há dois dias, o Departamento de Estado advertiu a Madagascar que cortará qualquer ajuda ao Executivo desse país se a atual crise for resolvida com medidas anticonstitucionais.

Hoje, porém, Wood não quis dizer se os EUA, de fato, vão ou não suspender as ajudas ao país. O porta-voz apenas declarou que o Governo analisará o impacto da mudança sobre os "programas e atividades" que tem em andamento em Madagascar.

O presidente de Madagascar, Marc Ravalomanana, renunciou na terça-feira e entregou o poder a uma junta militar, mas esta, pressionada por um setor golpista do Exército, cedeu-o imediatamente a Andry Rajoelina, que desde janeiro tentava derrubar o chefe do Estado eleito.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    1,02
    3,178
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,90
    67.976,80
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host