UOL Notícias Notícias
 
20/03/2009 - 16h55

Obama acusa Irã de "se preocupar mais com poder do que com proteger o povo"

Rio de Janeiro, 20 mar (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, arremeteu neste domingo contra o Governo iraniano, o qual acusou de "se preocupar mais com o poder do que com proteger o povo".

Em um vídeo dirigido ao povo iraniano divulgado por ocasião do Nuruz, o Ano Novo persa, Obama denunciou que nos últimos dois anos, desde a violenta repressão às maciças manifestações contra a reeleição do presidente Mahmoud Ahmadinejad, "houve uma campanha de intimidação e abuso" no Irã.

"Os inocentes desapareceram. Jornalistas foram silenciados. Mulheres foram torturadas. Crianças foram condenadas à morte", declarou Obama, segundo o qual estas iniciativas só demonstram o "medo" do regime.

"O futuro do Irã não será formado pelo medo. O futuro do Irã pertence aos jovens, é a juventude que decidirá seu próprio destino", declarou em sua mensagem, gravada no Rio de Janeiro.

No vídeo, direcionado aos jovens iranianos, o presidente americano também afirmou que "seu talento, suas esperanças e suas eleições darão forma ao futuro do Irã e ajudarão a iluminar o mundo".

"Embora os tempos possam parecer tenebrosos, quero que saibam que estou com vocês", assinalou.

O presidente americano se referiu também de modo mais amplo à agitação civil que vive o Oriente Médio, onde os cidadãos reivindicam mudanças democráticas e protestam contra as ditaduras.

"Acho que certos valores são universais: a liberdade de associação e de manifestação pacíficas, a possibilidade de dizer o que se pensa e de escolher seus líderes. O que estamos vendo por toda a região é a insistência de que os Governos prestem contas ao seu povo", destacou.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host