UOL Notícias Notícias
 

08/04/2009 - 11h26

Fidel diz que "realidades" superam "sinceras intenções" de Obama

Havana, 8 abr (EFE).- O ex-presidente de Cuba Fidel Castro reiterou hoje que acredita nas "sinceras intenções" do chefe de Estado americano, Barack Obama, mas que as "realidades objetivas" dos Estados Unidos são mais poderosas que ele.

Num novo artigo da coluna "Reflexões", o líder cubano, ao comentar a conversa que teve ontem com congressistas americanos, atribuiu o comentário a uma afirmação do legislador democrata de Illinois Bobby Rush, segundo quem "Obama pode melhorar as relações com Cuba, embora Cube precise ajudar Obama." Fidel disse ainda ter certeza de que as palavras de Obama são sinceras, como já havia admitido publicamente "antes e depois de sua eleição". Porém, escreveu que, ao mesmo tempo, "as realidades objetivas" dos EUA são "mais poderosas que as sinceras intenções" do chefe de Estado.

Além disso, o ex-governante cubano disse a Rush que Cuba não é um país agressor, não ameaça os EUA nem tem "alternativa alguma" que lhe permita "tomar a iniciativa".

Sobre o encontro de ontem com três legisladores americanos, Fidel, de 82 anos, classificou-o como "magnífico".

"Não reuni todos porque não tinha espaço para os sete (...). Pedi (à congressista Barbara Lee) que me visitasse com mais dois legisladores escolhidos pelo grupo. Assim pude encontrar-me com ela mais uma vez", disse o líder cubano sobre sua primeira reunião com legisladores americanos desde que ficou doente em 2006 e, depois, entregou o cargo ao irmão Raúl.

O artigo de Fidel traz elogios a Lee, Rush e à terceira visitante, a também californiana Laura Richardson, e diz que a conversa entre os quatro incluiu "as experiências vividas em dois anos e sete meses de internamento hospitalar" e as atividades a que o ex-presidente se dedica atualmente.

"Expliquei o que aprendi nesse tempo de reclusão obrigatória, sobretudo o grande interesse pelo que acontecia no mundo e, especialmente, nos Estados Unidos", escreveu Fidel.

O lider cubano disse ainda que os três congressistas transmitiam "transparência" e "orgulho de suas tarefas, de sua organização, de sua luta e de seu país".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,02
    3,136
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,02
    75.974,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host