UOL Notícias Notícias
 

02/06/2009 - 23h04

Chávez acusa opositor cubano e CIA de planejarem assassiná-lo

Caracas, 2 jun (EFE).- O presidente venezuelano, Hugo Chávez, acusou hoje o "terrorista" Luis Posada Carriles e o "aparelho de inteligência dos Estados Unidos" do suposto plano para assassiná-lo que supostamente seria executado nesta segunda-feira durante sua viagem a El Salvador, suspensa em última hora.

A suposta trama de magnicídio "foi planejada pelo pessoal de Luis Posada Carriles e exijo ao presidente (dos EUA, Barack) Obama que cumpra a lei, que nos entregue Posada Carriles por assassinato, por genocídio", afirmou Chávez em um ato oficial transmitido em cadeia nacional obrigatória de rádio e televisão.

"Ali está (Posada Carriles) tranquilo nos Estados Unidos. O que aconteceu, presidente Obama? (...) Onde está a justiça?", criticou o líder venezuelano.

O anticastrista Posada Carriles, de 81 anos, é acusado por Venezuela e Cuba de ser o responsável da explosão de um avião em 1976, um atentado no qual 73 pessoas morreram.

Em 2005, a Venezuela solicitou a extradição do opositor, um ex-agente da CIA (agência central de inteligência americana) que enfrenta um julgamento nos Estados Unidos por supostamente ter mentido durante o processo de naturalização no país.

"Não tenho dúvida de que estão por trás disso (do magnicídio) os aparatos de inteligência dos Estados Unidos", acrescentou Chávez, ao esclarecer que, com essa afirmação, não acusa seu colega dos Estados Unidos, sobre quem disse que "tem boas intenções".

Chávez explicou que o suposto plano para assassiná-lo previa lançar contra o avião da companhia Cubana de Aviación que o levaria a El Salvador para assistir à posse de Mauricio Funes na Presidência deste país "um ou vários foguetes" para derrubar a aeronave.

O atentado, contou Chávez, podia ocorrer "chegando ou saindo" do país centro-americano, segundo as "informações exatas" que forneceu o presidente da Nicarágua, Daniel Ortega, que foi a fonte "mais fidedigna" que o informou sobre o assunto.

O presidente também rebateu os rumores sobre seu estado de saúde divulgados pela imprensa local devido à ausência da vida pública desde sexta-feira passada.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h39

    0,48
    3,144
    Outras moedas
  • Bovespa

    16h48

    -0,63
    75.524,62
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host