UOL Notícias Notícias
 

17/06/2009 - 08h01

Moussavi convoca dia de luto pelas vítimas da repressão policial no Irã

Teerã, 17 jun (EFE).- O líder da oposição iraniana, Mir Hussein Moussavi, convocou para quinta-feira um dia de manifestação e luto pelas vítimas da repressão policial no país durante os últimos dias.

Em comunicado veiculado em seu site, Moussavi pede a todos os iranianos para que visitem as mesquitas e marchem de forma pacífica pelas ruas para honrar "os mártires e os feridos nos recentes eventos".

Moussavi se proclamou vencedor do pleito presidencial de sexta-feira passada pouco depois do fechamento dos colégios, e denunciou uma suposta fraude a favor de seu rival, o atual presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, a quem o Ministério do Interior concedeu um surpreendente triunfo por maioria absoluta.

Desde então, o Irã foi palco de protestos e distúrbios entre a oposição e as forças de segurança - apoiadas por grupos de milicianos islâmicos Basij - que deixaram pelo menos sete mortos.

Além disso, ainda não se sabe exatamente o ocorrido durante o final de semana em um alojamento universitário invadido pela Polícia e por grupos de milicianos Basij que, segundo os estudantes, teria matado pelo menos cinco pessoas.

"Como sabem, alguns de nossos compatriotas caíram mortos ou foram feridos durante uma ilegal repressão contra aqueles que criticam os resultados eleitorais", disse Moussavi, que participará da cerimônia do luto, sem dar mais detalhes.

As sete pessoas cujas mortes foram confirmadas morreram vítimas de armas de fogo na segunda-feira na praça de Azadi ao fim de uma grande manifestação liderada pelo próprio Moussavi.

Na terça-feira, médicos e enfermeiras do hospital para onde foram levadas as dezenas de vítimas protestaram contra o Governo, assim como comerciantes, garis e muitos outros trabalhadores do país.

Horas depois, milhares de partidários de Moussavi se manifestaram em Teerã apesar da proibição das autoridades, que também vetaram a presença de jornalistas estrangeiros na ruas da cidade.

O Irã suspendeu as credenciais e retém em seus domicílios os jornalistas estrangeiros residentes no país.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host