UOL Notícias Notícias
 

23/06/2009 - 16h23

Obama admite que ainda fuma de vez em quando

Washington, 23 jun (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, admitiu hoje que ainda fuma de vez em quando, embora tenha garantido não ser um consumidor diário de cigarros.

Em extensa entrevista coletiva na Casa Branca, a quarta que concedeu sozinho desde sua chegada ao poder, Obama assegurou que está "95% curado" do vício, mas, em algumas ocasiões, "caiu em tentação".

Nesta segunda-feira, o presidente americano sancionou uma dura lei contra o tabaco que impõe sérios limites à publicidade dos produtos derivados dessa matéria-prima.

Durante sua campanha eleitoral, Obama reconheceu em várias ocasiões quão duro é abandonar o hábito e recorreu aos chicletes de nicotina para não fumar.

O presidente dos EUA ressaltou que não consome cigarros diante de sua família ou de suas filhas, Malia, de 10 anos, e Sasha, de 8.

Segundo ele, o tabagismo é uma dependência similar ao alcoolismo, no sentido de que representa "uma luta constante".

Por isso, Obama disse considerar muito importante a lei que promulgou na segunda-feira, porque não quer que crianças "sigam esse caminho".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h59

    -0,48
    3,129
    Outras moedas
  • Bovespa

    11h01

    -0,35
    75.339,20
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host