UOL Notícias Notícias
 

22/07/2009 - 15h39

Vice de Obama reforça apoio à Geórgia como aliado no Cáucaso

Tbilisi, 22 jul (EFE).- O vice-presidente americano, Joe Biden, expressou hoje o apoio do atual Governo dos Estados Unidos à Geórgia como um "parceiro estratégico e amigo" na região do Cáucaso e no espaço pós-soviético.

"O presidente Barack Obama me pediu que visitasse à Geórgia para dar outro sinal de que os EUA seguirão prestando ativo apoio e ajuda à Geórgia, como nosso parceiro estratégico e amigo", declarou o vice em uma recepção oferecida pelo presidente georgiano, Mikhail Saakashvili.

Biden chegou hoje à Geórgia, depois de passar pela Ucrânia, em uma viagem que tem como objetivo reforçar o apoio dos EUA a essas duas antigas repúblicas soviéticas e a sua política de integração euro-atlântica, mal vista pela vizinha Rússia.

"Estamos de seu lado porque notamos as ânsias de democracia que surgiu no povo georgiano pela Revolução das Rosas", disse Biden sobre os protestos que em 2003 derrubaram pacificamente o então presidente Eduard Shevardnadze e colocaram no poder Saakashvili.

Segundo ele, a Geórgia é "um país pequeno, mas muito importante para a região".

Saakashvili, por sua vez, agradeceu aos EUA pelo "claro e firme apoio à integridade territorial" da Geórgia após o conflito de agosto de 2008 com a Rússia e o reconhecimento por Moscou da independência das regiões separatistas georgianas da Ossétia do Sul e da Abkházia.

Saakashvili destacou o fato de que Obama não duvidou em expressar essa postura durante sua recente reunião em Moscou com o presidente russo, Dmitri Medvedev, realizada para "reiniciar" as relações entre EUA e Rússia, deterioradas nos últimos anos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host