UOL Notícias Notícias
 
11/09/2009 - 09h44

Obama promete continuar lutando por reforma migratória

Washington, 11 set (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, reconheceu hoje a frustração da população latina por sua incapacidade até agora de levar adiante uma reforma migratória, mas assegurou que continuará lutando para alcançar este objetivo.

"Continuaremos colocando pressão sobre o Senado. Seguiremos focados nisto. Continuarei trabalhando com o Caucus Hispano e continuarei falando com diversos grupos imigrantes e ativistas para promover ideias sobre como fazer a reforma", assegurou, em entrevista publicada hoje pelo diário "La Opinión", da Califórnia.

O presidente lembrou que essa reforma legislativa foi um de seus compromissos eleitorais, embora a necessidade de abordar outras prioridades na primeira parte de seu mandato, como a crise econômica, e a falta de apoio no Congresso, tenha lhe impedido de realizá-la.

"Minha posição sobre a reforma migratória foi clara desde o começo: quero vê-la concluída, quero um projeto integral. Nunca fraquejei sobre isso", assegurou.

No entanto, o presidente americano reconheceu que não conta com o apoio necessário no Senado, onde os democratas contam com 59 cadeiras, uma menos da maioria necessária para a aprovação.

"O pensamento parece ser que, se faço um discurso e se sou absolutamente persuasivo, de alguma maneira a liderança republicana no Senado vai mudar sua postura e vai dizer 'o presidente está correto, deveríamos ter feito isto desde o princípio'", afirmou.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    12h09

    -0,49
    3,153
    Outras moedas
  • Bovespa

    12h11

    2,26
    70.186,35
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host