UOL Notícias Notícias
 

02/11/2009 - 16h05

R.Unido, França e Alemanha pedem ações de Karzai no Afeganistão

Londres, 2 nov (EFE).- Os Governos do Reino Unido, França e Alemanha pediram hoje que o presidente reeleito do Afeganistão, Hamid Karzai, empreenda ações novas e urgentes para combater a corrupção e que governe para todos e coopere com seu rival nas urnas Abdullah Abdullah.

Gordon Brown, primeiro-ministro do Reino Unido, falou à Câmara dos Comuns, que em conversa por telefone com Karzai ressaltou a importância da elaboração de um programa de unidade para enfrentar com garantias o futuro imediato.

"O Afeganistão precisa agora de medidas novas e urgentes para combater à corrupção, fortalecer os Governos locais, estender a mão a todos os setores da sociedade afegã e ser verdadeiro com o povo afegão", indicou Brown.

Brown disse que foi claro ao expressar a Karzai à necessidade absolutamente crucial de os afegãos prepararem suas Forças Armadas e sua Polícia.

Para o chancelar alemão, Guido Westerwelle, Karzai tem que "tentar ser o presidente de todos os afegãos" e ressaltou a importância de os Estados comprometidos com o Afeganistão insistirem para que os dirigentes afegãos trabalhem conjuntamente.

O ministro alemão defendeu uma estratégia comum dos Estados europeus ligados ao Afeganistão e reuniões mais frequentes entre os europeus e os americanos.

Karzai foi declarado hoje "presidente eleito" do Afeganistão após a retirada de Abdullah, seu adversário no segundo turno das eleições que estavam marcadas para 7 de novembro, após um longo processo cheio de denúncias de fraude.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,95
    3,157
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h28

    -1,26
    74.443,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host