UOL Notícias Notícias
 

20/01/2010 - 20h43

Casal que invadiu jantar na Casa Branca faz silêncio no Congresso

Washington, 20 jan (EFE).- O casal Tareq e Michaele Salahi, que conseguiu entrar em um jantar de Estado na Casa Branca sem convite em novembro, recorreu hoje no Congresso dos Estados Unidos à Quinta Emenda da Constituição para não fazer declarações.

Os Salahi estiveram em uma audiência da Comissão de Segurança Nacional da Câmara de Representantes, que investiga o incidente de 24 de novembro e as falhas do serviço secreto.

"Aconselhado pelo meu advogado, com todo respeito uso meu direito de permanecer em silêncio e não responder a suas perguntas", disse em várias ocasiões Tareq Salahi, enquanto Michaele permanecia calada.

A troca entre os Salahi, que se negavam a responder, e os legisladores, que insistiam com as perguntas, chegou a arrancar risadas do público na audiência.

O casal já tinha se recusado a ir a uma audiência programada para 3 de dezembro, mas os legisladores usaram uma ordem judicial para, desta vez, obrigá-los a comparecer.

Os Salahi, que segundo a Casa Branca não tinham convite, conseguiram burlar as medidas de segurança e entraram no jantar de Estado em honra do primeiro-ministro da Índia.

Já no evento, conseguiram ser fotografados e conversaram com o presidente Barack Obama, o vice Joseph Biden e o chefe de Gabinete da Casa Branca, Rahm Emmanuel.

O casal disse que já entregou a membros da comissão todos os documentos pertinentes para a investigação e que seu advogado está disposto a se reunir a portas fechadas.

Embora o Governo não tenha tomado uma decisão, os Salahi podem enfrentar acusações por fazerem declarações falsas às autoridades federais ou mentir para entrar em uma propriedade do Governo federal.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,48
    3,144
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,53
    75.604,34
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host