UOL Notícias Notícias
 

03/02/2010 - 16h20

Centenas de corpos permanecem nos escombros de Leogane, no Haiti

Porto Príncipe, 3 fev (EFE).- Mais de 700 corpos permanecem sob os escombros em Leogane, ao sul de Porto Príncipe e epicentro do terremoto que atingiu o Haiti em 12 de janeiro, que causou pelo menos 200 mil mortes, informou hoje o prefeito da cidade, Santos Alexis.

Com uma população de 200 mil habitantes, em Leogane morreram pelo menos 6 mil pessoas, revelou Alexis aos jornalistas durante uma visita à cidade.

"Existem muitas pessoas sob as ruínas e não há nada que possamos fazer agora", argumentou.

De acordo com o prefeito, o maior problema na cidade está na falta de água potável, porque os poços secaram e outros que ainda têm água estão muito sujos.

A isso, acrescenta Alexis, se soma a inexistência de latrinas, totalmente destruídas no terremoto, o que está gerando um grande problema de higiene.

Em Leogane, persiste o temor das replicas do terremoto, por isso que as pessoas se negam a entrar em suas casas.

Sobre a ajuda humanitária enviada à cidade, o político admitiu que a coordenação para distribuir os alimentos e outros produtos à população é insuficiente, apesar das reuniões dos representantes de 30 ONGs que participam das tarefas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host