UOL Notícias Notícias
 

09/02/2010 - 02h49

Ex-funcionário da Boeing é condenado por espionagem industrial para a China

Washington, 8 fev (EFE).- Um ex-funcionário de origem chinesa da Boeing foi condenado hoje a 15 anos de prisão por acumular informações sobre uma nave espacial para entregá-la ao Governo chinês, informou hoje a imprensa americana.

De acordo com o juiz Cormac Carney, Dongfan "Greg" Chung, de 74 anos e chinês naturalizado americano, espionou para a China durante mais de 30 anos, disse o jornal "USA Today".

Segundo os registros judiciais do Condado de Orange, quando Chung foi detido, em fevereiro de 2008, agentes federais encontraram em sua casa 250 mil documentos de companhias como Boeing e Rockwell, além de uma série de correspondências com funcionários chineses.

Nesses documentos havia informação sobre uma nave espacial e outros materiais estratégicos de defesa como o foguete Delta IV, o avião de combate F-15, o bombardeiro B-52 e o helicóptero CH-46/47 Chinook.

Chung começou a trabalhar para a Rockwell Internacional em 1973, empresa que foi posteriormente adquirida pela Boeing e dedicou a maior parte de sua carreira à função de analista na seção de fuselagem de naves espaciais.

Segundo o jornal "The New York Times", o engenheiro, que se declarou inocente, foi o primeiro condenado em um julgamento por crimes financeiros desde que a Ata de Espionagem Econômica virou lei em 1996.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    14h09

    -0,55
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    14h18

    1,05
    63.889,37
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host