UOL Notícias Notícias
 

17/02/2010 - 14h49

Fujimori é operado em Lima

Lima, 17 fev (EFE).- O ex-presidente peruano Alberto Fujimori (1990-2000) foi operado hoje para a retirada de duas pequenas úlceras da língua, informou seu filho mais novo, Kenji.

Em entrevista coletiva, o mais novo dos Fujimori disse que a extirpação transcorreu "sem complicações" e que agora o país permanecerá em observação médica "para evitar que as úlceras ressurjam".

"Foram duas úlceras de 4 milímetros", afirmou Kenji, segundo quem os médicos decidiram extirpar uma porção maior que a prevista "para reduzir os riscos" de o problema voltar.

O filho de Fujimori acrescentou que, inicialmente, o ex-presidente peruano ficará internado até quinta-feira, mas "tudo dependerá do processo de recuperação".

"Ele está bem disposto, perfeitamente tranquilo, sereno, não há outras complicações... A operação durou 40 minutos. Agora, ele está se convalescendo. Estive em contato com o médico, que disse que a operação foi um sucesso", destacou.

Ao explicar a cirurigia, Kenji disse que, durate o pós-operatório, o pai, condenado a 25 anos de prisão por violações dos direitos humanos, precisa ficar "em observação permanente".

Fujimori foi levado terça-feira da cela que ocupa na Direção Nacional de Operações Especiais (Diroes) para o Instituto Nacional de Doenças Neoplásicas (INEN), em Lima.

Em 27 de janeiro, ele já tinha se submetido a um exame médico no INEN para avaliar se teria que ser operado de duas lesões pré-cancerosas que tem na parte posterior da língua.

No entanto, naquela vez, os médicos decidiram não operar devido aos problemas de coagulação que Fujimori apresentava.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    09h49

    -0,05
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h35

    0,04
    76.004,15
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host