UOL Notícias Notícias
 

17/02/2010 - 13h01

Irã diz que deteve 5 estrangeiros no aniversário da revolução

Em Teerã

Cinco estrangeiros foram detidos na quinta-feira passada durante os eventos que lembraram os 31 anos da Revolução Iraniana, três dos quais já foram soltos, anunciou hoje o procurador-geral de Teerã, Abbas Jaafari Dolatabadi.

Em declarações à agência de notícias "Ilna", o procurador explicou que um francês, um russo e um japonês foram detidos e postos em liberdade após ser comprovado que os crimes não eram importantes.

No entanto, um afegão e um russo ainda permanecem detidos e serão investigados.

O afegão é acusado de participar das manifestações da oposição, enquanto o russo teria entrado de forma ilegal no país.

O Irã está imerso em uma crise política e social desde que, em junho passado, começaram os protestos da oposição pela reeleição do ultraconservador Mahmoud Ahmadinejad, que os reformistas consideram fruto de uma "fraude maciça".

 

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host