UOL Notícias Notícias
 

17/02/2010 - 21h50

Justiça liberta 8 envolvidos no tráfico de crianças no Haiti

Porto Príncipe, 17 fev (EFE).- Um juiz haitiano ordenou hoje a libertação de oito dos dez missionários americanos acusados de tentar tirar ilegalmente do país 33 crianças e adolescentes, confirmou à Agência Efe uma fonte próxima ao processo.

De acordo à fonte, o juiz Bernard Saint-Vil recebeu um "aviso" da Promotoria de Porto Príncipe para libertar oito americanos, que poderiam deixar o país imediatamente.

O juiz determinou que o responsável do grupo de missionários, Laura Silsby, permaneça em prisão, da mesma forma que seu compatriota Anne Coulter Chalrisa, que foi transferida a um centro médico da capital haitiana.

Os americanos, cinco homens e cinco mulheres, pertencentes à organização "Refugio de Crianças Nova Vida", foram detidos no fim de janeiro, quando seguiam em direção à República Dominicana em um ônibus com os menores, com idades entre dois e 12 anos.

Durante a audiência dos americanos, cinco familiares dos menores afirmaram à imprensa que entregaram as crianças aos estrangeiros para garantir melhores "oportunidades".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    14h29

    0,94
    3,288
    Outras moedas
  • Bovespa

    14h36

    -1,83
    61.494,27
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host