UOL Notícias Notícias
 

17/02/2010 - 13h19

Papa abre Quaresma e pede rejeição a "estilo de vida superficial"

Cidade do Vaticano, 17 fev (EFE).- O papa Bento XVI disse hoje que a Quaresma é um tempo de conversão, o que significa rejeitar a "fácil superficialidade" que caracteriza nosso estilo de vida, "que nos faz escravos do mal".

"Conversão é ir contra a corrente, onde a corrente é o estilo de vida superficial, incoerente e ilusório, que muitas vezes nos arrasta, nos domina, nos faz escravos do mal e prisioneiros da mediocridade moral", afirmou o pontífice diante de milhares de fiéis presentes à audiência pública das quartas-feiras.

Bento XVI, que dedicou a catequese da audiência à Quaresma, que começa hoje, acrescentou que a conversão mira o mais alto da vida cristã e não é uma simples decisão moral que retifica as condutas, mas sim uma escolha de fé "que nos leva à íntima unidade com Jesus".

"A liturgia da quaresma nos lembra a morte, exortando ao realismo e à sabedoria e nos encoraja a acolher e viver a novidade inesperada que a fé cristã revela na realidade da morte", acrescentou o papa.

Ainda hoje, o papa seguirá até a basílica de Santa Sabina, em Roma, para comandar os ritos da Quarta-Feira de Cinzas, que abrem o tempo da Quaresma.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h40

    0,55
    3,275
    Outras moedas
  • Bovespa

    16h49

    -2,01
    61.381,74
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host