UOL Notícias Notícias
 

17/02/2010 - 01h18

Vazamento de gás mata 3 e obriga 2 mil a deixarem suas casas nas Filipinas

Manila, 16 fev (EFE).- Pelo menos três pessoas morreram e outras duas mil foram obrigadas a deixar suas casas por conta de um vazamento de gás tóxico procedente de um navio no norte das Filipinas, informaram hoje fontes policiais.

O fato ocorreu ontem à tarde no porto de Batangas, 120 quilômetros a sul da capital, Manila, onde as vítimas morreram por asfixia ao inalar a fumaça procedente da embarcação onde trabalhavam, segundo o chefe da Polícia provincial, o superintendente Albert Supapo.

Supapo mandar evacuar todos os residentes da região do porto. Na manhã desta terça ainda havia forte cheiro de gás no local.

Especialistas da Cruz Vermelha e da Guarda Litorânea Filipina se deslocaram a Batangas para investigar o caso, enquanto a Polícia interroga o dono do navio.

Há três anos, dezenas de pessoas foram hospitalizadas em Manila por um escape de acetileno, um gás venenoso usado em equipamentos de solda.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host