UOL Notícias Notícias
 

26/02/2010 - 17h09

Neve deixa milhares sem luz no nordeste dos EUA

Nova York, 26 fev (EFE).- O forte temporal de neve que atinge o nordeste dos Estados Unidos desde quinta-feira deixou hoje centenas de milhares de pessoas sem eletricidade em estados como Nova York, Nova Jersey, Pensilvânia e New Hampshire, e a normalidade não deve voltar até que a tempestade passe amanhã.

O que a imprensa local define como o novo temporal de "um inverno sem fim" é sentido com força no litoral atlântico do nordeste americano, onde pode deixar mais de 70 centímetros de neve até sábado e onde já provocou inúmeros problemas no fornecimento de energia.

As autoridades estaduais de Nova York afirmaram hoje que um total de 225 mil casas e imóveis comerciais estão sem eletricidade. Elas também acrescentaram que a maioria destes problemas se concentrou nas cidades do vale do rio Hudson, ao norte da cidade de Nova York.

Em New Hampshire, o número de famílias sem luz subiu para 237 mil. As autoridades anunciaram que, apesar dos esforços para restaurar o serviço, o mal estado das estradas dificulta as tarefas de reparação dos cabos elétricos que podem ter caído pelo peso da neve.

A falta de energia também afetou os estados da Pensilvânia, Nova Jersey e Vermont. Apenas em Massachusetts e Maine, foram registradas mais de 100 mil casas sem luz.

No total, pode haver 1,5 milhão de pessoas que sofrem com a falta de energia, informa a rede de televisão "ABC". Segundo a emissora, por enquanto 3 pessoas podem ter morrido devido ao temporal, entre as quais está o homem que morreu na quinta-feira no Central Park de Manhattan.

O prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, lamentou hoje em entrevista coletiva sobre as possíveis mortes.

As autoridades da cidade asseguraram também que esta é "a maior tempestade de neve que a cidade sofre desde 2006". Por isso, as aulas nas escolas públicas foram suspensas nesta sexta-feira, quando a neve já caía há mais de 27 horas seguidas.

Os aeroportos na área de Nova York também foram afetados pela tempestade. Embora algumas aterrissagens e decolagens tenham sido permitidas, outras mil foram canceladas no John F. Kennedy e no de LaGuardia, assim como o de Newark, em Nova Jersey.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,95
    3,157
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h28

    -1,26
    74.443,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host