UOL Notícias Notícias
 

27/02/2010 - 15h34

Assembleia Geral da ONU pede ao mundo que ajude Chile

Nações Unidas, 27 fev (EFE).- O presidente da Assembleia Geral da ONU, o líbio Ali Treki, pediu hoje à comunidade internacional que ajude o Chile, abalado neste madrugada por um forte terremoto.

Treki solicitou "todos os esforços possíveis para ajudar com urgência o Chile depois da catástrofe", como disse seu porta-voz, Jean-Victor Nkolo, em comunicado.

O diplomata líbio, que até setembro próximo preside a Assembleia Geral da ONU, expressou também preocupação com a tragédia humanitária e com o tsunami gerado no Pacífico.

Ele ainda enviou suas condolências ao Governo e ao povo chileno, da mesma forma que pouco antes fez o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, que deixou clara a disposição do organismo em ajudar o Chile.

O terremoto aconteceu hoje às 3h36 (na hora local e em Brasília) com epicentro na região de Bío-Bío, a 500 quilômetros de Santiago e a 90 quilômetros da capital regional, Concepción.

O Governo chileno estima que pelo menos 82 pessoas morreram, enquanto o presidente eleito, Sebastián Piñera, fala em 122 vítimas.

O sismo foi sentido em alguns bairros de São Paulo e teve 8,8 graus de magnitude na escala Richter, segundo o Instituto Geológico dos Estados Unidos (USGS).

O terremoto gerou um tsunami no Oceano Pacífico que chegará ao Havaí pouco depois das 18h (Brasília), como informou a Administração Nacional de Atmosfera e Oceanos (NOAA, na sigla em inglês).

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host