UOL Notícias Notícias
 

27/02/2010 - 08h12

Autoridades elevam para 47 os mortos pelo terremoto no Chile

Santiago do Chile, 27 fev (EFE).- Pelo menos 47 pessoas morreram pelo terremoto que atingiu nesta madrugada a região central do Chile, informaram fontes do Comitê de Emergência.

A presidente do país, Michelle Bachelet, avalia a possibilidade de declarar zona catastrófica a região do Maule, Bio Bio e Araucania.

Oito dos mortos foram contabilizados na região metropolitana, onde ocorreu um incêndio em uma planta química no município de Colima e, segundo o intendente Igor Garafulic, está sendo avaliada o perigo da nuvem tóxica.

Bachelet presidiu nesta manhã a reunião do comitê de Emergência, da qual participaram os ministros de Obras Públicas, Saúde e Defesa, assim como o Exército.

Pelos últimos dados, o epicentro do tremor ocorreu a 63 quilômetros ao sudoeste da cidade de Cauquenes.

Na ilha de Juan Fernandez foi registrada uma onda de grandes proporções que avançou até a metade do povoado. Os habitantes se refugiaram nas regiões mais altas. Não há dados sobre mortos ou feridos.

Bachelet lembrou que a Marinha descartou o risco de tsunami, mas alertou sobre a possibilidade de fortes réplicas nas áreas litorâneas e recomendou à população a procurar os pontos mais elevados.

A Ruta 5 sul, que liga Santiago ao sul do país, está interrompida em vários trechos nos dois sentidos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host