UOL Notícias Notícias
 

01/03/2010 - 10h34

Dúvidas sobre programa nuclear iraniano continuam, diz AIEA

Viena, 1º mar (EFE).- O diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), Yukiya Amano, advertiu hoje, em Viena, que os inspetores do órgão não conseguiram confirmar a natureza pacífica do programa nuclear do Irã.

"Não conseguimos comprovar que todo o material nuclear no Irã é destinado a atividades pacíficas, já que o Irã não ofereceu à AIEA a cooperação necessária", disse o japonês na abertura de uma reunião do Conselho de Governadores da AIEA.

Segundo Amano, que assumiu o cargo em dezembro, a "cooperação necessária" inclui a "aplicação das resoluções relevantes do Conselho de Governadores e do Conselho de Segurança da ONU", além da implementação do protocolo adicional do Tratado de Não-Proliferação Nuclear (TNP).

Esse adendo permite aos especialistas da AIEA fazer inspeções sem aviso prévio em qualquer instalação da República Islâmica.

Também hoje, Amano cobrou de Teerã "esclarecimentos sobre assuntos relacionados a possíveis dimensões militares do programa nuclear iraniano".

Outra exigência do japonês foi que Teerã cumpra a obrigação de avisar com antecedência seus planos para construir novas instalações nucleares.

"Exijo que o Irã dê passos rumo à plena aplicação de seu acordo de salvaguardas (controles) e cumpra todas as outras obrigações que tem como uma questão de alta prioridade", concluiu o diplomata japonês.

A avaliação crítica do novo diretor-geral da AIEA foi baseada no último relatório técnico do organismo sobre as inspeções no Irã.

Os inspetores da AIEA denunciaram no documento a falta de cooperação de Teerã. Eles também disseram suspeitar de atividades relacionadas a um programa nuclear militar.

O embaixador do Irã na AIEA, Ali Asghar Soltanieh, disse hoje à imprensa em Viena que "infelizmente o relatório (de Amano) é injustificado e inaceitável".

"Estou muito decepcionado com o relatório, porque ele é muito longo e entra em muitos detalhes técnicos, o que acaba confundindo a opinião pública", acrescentou o iraniano.

Segundo o diplomata, Teerã está cooperando com os inspetores da AIEA "conforme suas obrigações legais", algo a que se referiu como "mensagem política importante" de seu Governo.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,79
    3,152
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h22

    1,18
    65.148,35
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host