UOL Notícias Notícias
 

01/03/2010 - 17h19

Polícia de Dubai afirma que assassinos de Mabhouh estão em Israel

Dubai (EAU), 1 mar (EFE).- A Polícia de Dubai anunciou hoje que estão em Israel todos os suspeitos do assassinato de Mahmoud al-Mabhouh, dirigente do grupo palestino Hamas, morto em 19 de janeiro em Dubai.

"Tenho certeza de que todos os suspeitos se encontram em Israel e que não foram presos. Mas no final serão detidos", disse o chefe da Polícia de Dubai, Dahi Khalfan Tamim.

O funcionário também confirmou que há uma nova pessoa acusada do assassinato de Mabhouh, aumentando para 27 o número de suspeitos.

O chefe da Polícia, que não revelou a identidade do novo acusado, acrescentou que todos os supostos assassinos usaram passaportes europeus.

Os supostos autores do crime, entre os quais há cinco mulheres, usaram passaportes da Irlanda, França, Reino Unido, Austrália e Alemanha, segundo a Polícia de Dubai, que acusou o Mossad (serviço secreto israelense) pelo ocorrido.

A Polícia de Dubai revelou ontem em comunicado que os assassinos de Mabhouh injetaram drogas nele antes de asfixiá-lo.

Mabhouh, de 50 anos, foi um dos fundadores do braço armado do Hamas, as Brigadas Izz ad-Din al-Qassam.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host