UOL Notícias Notícias
 

01/03/2010 - 17h07

Preso em Londres político bósnio acusado de crimes de guerra

(acrescenta informações do Governo do Reino Unido e da Scotland Yard).

Londres, 1 mar (EFE).- O ex-vice-presidente bósnio Ejup Ganic foi detido hoje no aeroporto de Heathrow, em Londres, devido a uma ordem de busca e captura emitida pela Sérvia há um ano contra 19 pessoas suspeitas de crimes de guerra, confirmaram hoje as autoridades do Reino Unido.

Membro da Presidência bósnia durante a guerra (1992-95), Ganic tem atualmente 63 anos de idade. Ele foi detido por agentes da Polícia britânica sob a acusação de ter violado a Convenção de Genebra.

No início de 2009, o Ministério do Interior da Sérvia emitiu uma ordem de detenção contra 19 suspeitos de crimes de guerra, entre eles os membros da Presidência da Bósnia-Herzegóvina Stjepan Kljuic e o próprio Ganic, que durante a guerra foi um dos mais próximos colaboradores do então presidente da Bósnia e líder muçulmano, Alia Izetbegovic.

Os 19 suspeitos são acusados de envolvimento na emboscada contra soldados e oficiais do Exército da antiga Iugoslávia que foram mortos ou feridos em maio de 1992 quando deixavam Sarajevo.

Por meio de um comunicado, o Ministério de Assuntos Exteriores do Reino Unido confirmou a detenção de Ganic e se limitou a dizer que "o caso se encontra agora nos tribunais".

Segundo a Scotland Yard (Polícia metropolitana de Londres), Ganic foi detido por volta das 14h locais (11h de Brasília) e compareceu hoje mesmo ao tribunal de Westminster.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host