UOL Notícias Notícias
 

02/03/2010 - 12h46

Golpistas do Níger formam Governo com 20 membros

Niamey, 2 mar (EFE).- Os autores do golpe de Estado de 18 de fevereiro no Níger, agrupados no chamado Conselho Supremo para a Restauração da Democracia (CSRD), criaram um Governo de transição com 20 membros, dos quais cinco são oficiais de alta patente do Exército e outros cinco são mulheres, informaram hoje em um comunicado.

Segundo a CSRD, três generais foram escolhidos para assumir os ministérios da Defesa, dos Esportes e do Meio Ambiente, ao passo que dois coronéis ficarão às frentes das pastas de Transportes e Equipamentos.

Já as cinco mulheres do Governo de transição serão as próximas ministras de Assuntos Exteriores, Comunicação, População, Educação e Urbanismo.

O primeiro-ministro continuará sendo Mahamadou Danda, nomeado em 23 de fevereiro.

O CSRD, presidido pelo novo chefe de Estado, o comandante Salou Djibo, também designou novos chefes para as Forças Armadas, o Exército e a Aeronáutica.

O ex-presidente do país, Mamadou Tandja, foi derrubado em 18 de fevereiro, enquanto presidia uma reunião com seus ministros no palácio presidencial.

Os golpistas dissolveram o Governo e suspenderam a Constituição. Apesar de os dirigentes do CSRD terem dito que não julgariam o ex-presidente, Tandja continua retido pelos golpistas e seu futuro é incerto.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    11h29

    0,19
    3,285
    Outras moedas
  • Bovespa

    11h32

    0,67
    63.680,07
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host