UOL Notícias Notícias
 

04/03/2010 - 11h50

Comissária da ONU se diz preocupada com direitos humanos no Irã

Genebra, 4 mar (EFE).- A alta comissária de Direitos Humanos da ONU, Navy Pillay, se mostrou "muito preocupada" com a situação de "crescente deterioração" dos direitos humanos no Irã.

"Estou muito preocupada com a situação de crescente deterioração dos direitos humanos no Irã, onde foram tomadas medidas enérgicas e violentas contra os dissidentes, incluindo detenções arbitrárias de manifestantes, ativistas dos direitos humanos, jornalistas e proeminentes figuras políticas", disse Pillay na apresentação de seu relatório anual.

No documento, a funcionária fez um detalhado resumo das atividades do Alto Comissariado e destacou alguns países em que a falta de respeito aos direitos humanos é preocupante.

Sobre o Irã, Pillay disse que, por seu papel nos protestos pós-eleitorais, muitos detidos foram condenados em "julgamentos questionáveis a duras sentenças, incluindo a pena capital".

Diante desse cenário, ela afirmou que pediu às autoridades iranianas que permitam a visita de uma delegação do Alto Comissariado ao país. Até o momento, no entanto, a viagem não foi autorizada.

Já a respeito do Sudão, a comissária externou "sua profunda preocupação" com o alto número de sentenças de morte ditadas pelo Governo.

Por outro lado, ela elogiou os passos dados em prol da paz no país africano e incentivou as partes em confronto a continuarem no mesmo caminho.

Pillay também lamentou o fato de a Europa continuar dando mostras de "discriminação contra os imigrantes, as minorias e, especialmente, os ciganos".

"Os ciganos em muitos países europeus continuam enfrentando o racismo e até ataques", observou.

Os Estados Unidos não ficaram de fora do relatório. Para a funcionária, que parabenizou a decisão do país de fechar o centro de detenção de Guantánamo (Cuba), é imprescindível que as autoridades americanas "investiguem as acusações de torturas e práticas que violam a lei internacional nas prisões de Guantánamo e de Bagram (Afeganistão), e julguem seus executores".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host