UOL Notícias Notícias
 

04/03/2010 - 17h48

Oposição acusa Chávez de fazer da Venezuela "país suspeito"

Caracas, 4 mar (EFE).- Opositores acusaram hoje o presidente Hugo Chávez de ter transformado a Venezuela em um "país suspeito", ao estabelecer "relações equivocadas, ambíguas e duvidosas" no exterior.

A acusação foi feita pela chamada Mesa da Unidade Democrática, que reúne partidos e movimentos venezuelanos contrários a Chávez, e chega no momento em que um juiz espanhol diz ter "indícios" da "cooperação" de Caracas para facilitar uma aliança entre a organização terrorista ETA e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

Para a Mesa, as relações de Chávez com as Farc, com organizações "catalogadas como terroristas pela comunidade internacional", da mesma forma que alianças com países considerados "fugitivos", transformam a Venezuela em um país suspeito em nível internacional.

As suspeitas, diz o comunicado, vão desde "cooperar com o narcotráfico", até "encorajar, propiciar ou até apoiar movimentos terroristas internacionais".

Tudo isso coloca os venezuelanos "em uma precária postura de credibilidade", assinala o texto.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host