UOL Notícias Notícias
 

12/03/2010 - 19h42

Quarteto para o Oriente Médio condena construção de casas por Israel

Nações Unidas, 12 mar (EFE).- O Quarteto para o Oriente Médio (ONU, União Europeia, Estados Unidos e Rússia) condenou hoje a decisão de Israel de construir novas casas no leste de Jerusalém, o que considerou como uma ação unilateral que pode afetar o futuro das negociações entre israelenses e palestinos.

"O Quarteto decidiu acompanhar de perto os eventos em Jerusalém" e alertou que se reservam a possibilidade de adotar "novas medidas" caso a situação o exija, apontaram os integrantes do grupo mediador em uma declaração distribuída na ONU e que condena expressamente essas novas construções.

Israel anunciou nesta semana sua decisão de construir 1.600 novas casas em suas colônias da Cisjordânia e de Jerusalém Oriental, o que despertou críticas internacionais de que a decisão poria em perigo o início das negociações indiretas com os palestinos para reativar o processo de paz estagnado desde 2008.

O Quarteto advertiu que toda ação unilateral de qualquer uma das partes pode pôr em perigo o futuro das negociações "e não será reconhecida pela comunidade internacional", acrescenta a declaração.

Os membros do grupo mediador pela paz no Oriente Médio reiteraram também que "a paz árabe-israelense e o estabelecimento de um Estado palestino independente, contíguo e viável é algo que interessa às duas partes, a toda a região e à comunidade internacional".

O Quarteto - que se reunirá no próximo dia 19 em Moscou para debater a situação do processo de paz do Oriente Médio - pediu que palestinos e israelenses "retomem com urgência o diálogo e promovam um ambiente que leve a negociações bem-sucedidas que resolvam as diferenças, incluindo o status de Jerusalém".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h39

    0,26
    3,136
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h44

    -0,41
    75.077,68
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host